JUSTIÇA

Justiça determina suspensão total de propaganda contra o candidato a prefeito de Iporá, Naçoitan Leite
O magistrado alega que a propaganda do concorrente atenta contra a boa fé do eleitor da cidade


Foto: Reprodução

O Juiz da 53ª Zona Eleitoral de Iporá, Samuel João Martins, deferiu uma decisão, em caráter de urgencia, a favor do candidato a prefeitura de Iporá, Naçoitan Leite (PSDB), que estava sendo vítima de propaganda eleitoral que atentava contra a boa fé do eleitor da cidade, por parte do candidato rival Amarildo Mariano.

Segundo o texto da decisão cita o art. 242 do Código Eleitoral, a qual corresponde a não “criar, artificialmente, na opinião pública, estados mentais, emocionais ou
passionais que fujam da realidade”. Com este argumento, o juiz determinou a imediata suspensão da propaganda eleitoral do candidato Amarildo Mariano, em que ele usa as informações de que “os eleitores tem 100% de chance de perder seu voto se votarem em candidato indeferido pela justiça eleitoral”.

De acordo com o texto da decisão, a validade dos votos lançados ao candidato Naçoitan, neste momento, está “condicionada ao deferimento de seu registro por instância superior”. Assim, até que seja divulgada uma decisão, os votos recebidos por Naçoitan serão válidos.

A decisão judicial determina para que o candidato Amarildo Mariano tire toda e qualquer propaganda que conste esta informação, sob pena de multa. E concede um prazo de 48 horas para apresentação de defesa.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



JUSTIÇA  |   30/12/2020 06h54

Iporá - GO
 




JUSTIÇA  |   20/11/2020 12h14

Iporá - GO
 

JUSTIÇA  |   12/11/2020 10h03

Iporá - GO